Goiás lidera ranking do Ideb que mede a qualidade do ensino público no país

Além disso, o patamar alcançado foi superior ao registrado nacionalmente, de 4,2. O resultado foi divulgado na tarde desta terça-feira (15).

0
Goiás lidera o ranking do Ideb
Em Goiás, mais de 82% das matrículas do ensino médio são da rede estadual, de acordo com os dados de 2019. (Foto: Reprodução)

De acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019, um levantamento do Ministério da Educação que avalia a qualidade da educação na rede pública, Goiás lidera o ranking do país ao atingir a meta de 4,8 pontos, no ensino médio. Além disso, o patamar alcançado foi superior ao registrado nacionalmente, de 4,2. O resultado foi divulgado na tarde desta terça-feira (15).

Durante evento de divulgação dos dados, o governador Ronaldo Caiado (DEM) disse que “as melhores escolas públicas do país estão em Goiás”. Ainda de acordo com ele, a meta agora é “chegar na nota 5”. A pesquisa leva em conta a aprovação e a aprendizagem de alunos e desempenho nas provas de matemática e português, matérias cobradas nas avaliações do governo federal.

Quando se analisam apenas os dados da rede pública goiana, a nota é de 4,7, superior à meta estipulada de 4,4. Em Goiás, mais de 82% das matrículas do ensino médio são da rede estadual, de acordo com os dados de 2019. Em relação aos primeiros anos escolares, Goiás fica com a sétima colocação, com nota de 6,2, também acima do índice previsto para o estado, que era de 6,0.

Goiás poderá ser o primeiro estado a atingir nota 5

A titular da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) celebrou as metas atingidas e informou que secretários de pelo menos três Estados já manifestaram interesse em conhecer de perto a gestão goiana. Sobre o futuro, o MEC, responsável pelos índices, projeta que o Estado poderá ser o primeiro a atingir nota 5 no próximo Ideb.

“O que quero é crescer. Então, saímos de 4,3 [resultado de 2017] para 4,7 e temos que caminhar agora para chegar ao bendito 5”, relatou a secretária. “Isso exige empenho, dedicação e abnegação. Temos de nos envolver muito mais. Ninguém vai nos tirar do rumo, e nosso rumo é melhorar a educação de Goiás,” pontuou.

Os dados referentes a 2019 levaram em conta a matrícula de 7,5 milhões alunos em 28,8 mil escolas de todo o Brasil. O Ideb, criado a partir de decreto federal em 2007, é divulgado a cada dois anos. É a primeira vez que Goiás lidera o ranking de educação do Ideb neste quesito.


Leia mais: Sine retoma atendimento presencial nesta quarta (16/9)