Goiânia deve seguir integralmente decreto estadual contra coronavírus

0
Foto: Divulgação/ Prefeitura de Goiânia

A prefeitura de Goiânia informou que vai seguir todas as regras que foram posicionadas no último decreto do governo estadual, divulgado nesta segunda-feira (20), para combate à pandemia do novo coranvírus. A decisão do prefeito Iris Rezende (MDB) foi divulgado após uma reunião com secretários e auxiliares também nesta segunda.

“Com a edição desse novo decreto por parte do governador nós não fizemos outra coisa a não ser determinar a nossa equipe a obediência a esse decreto de mãos dadas com as ações o governo no sentido que a população goianiense se sinta realmente protegida”, afirmou o prefeito ao final da reunião.

O prefeito também informou que o Paço Municipal conta com um comitê de crise, formado por todos os secretários da administração municipal para fazer as avaliações diárias em relação as medidas contra o vírus na capital.

“Ele vai fazer a avaliação de tudo que aconteceu no dia anterior, o que está acontecendo no dia presente e quais ações a prefeitura precisa tomar”, explicou Iris. Caso seja necessário decretar alguma medida isolada ao decreto, esse grupo terá a legitimidade para editar novas normas.

“Ninguém pode ficar com o poder público na mão e indiferente a essa situação aflitiva, amedrontada que injeta-se na população do nosso país”, completou o prefeito.

Ele também anunciou que a partir dos recursos do tesouro municipal, a prefeitura vai adquirir 100 mil cestas básicas para auxiliar as famílias de baixa renda na capital.

Decreto

O novo decreto do Governo de Goiás sobre as medidas tomadas para evitar a disseminação do coronavírus  passou a a valer para os próximos 15 dias e liberou a abertura de alguns comércios (óticas, salões de beleza e lavanderias), parte do setor industrial (construção civil e mineração) e atividades religiosas.

Leia mais:

Novo decreto libera algumas atividades comerciais, industriais e celebrações religiosas em Goiás