Goiânia aplica mais de 20 mil doses de vacina contra a covid-19 em dois dias

0
Já são mais de 200 mil pessoas vacinadas em Goiânia contra a covid-19. Foto: divulgação.

A campanha de vacinação contra a covid-19 realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) foi ampliada para pessoas com 68 anos nesta quarta-feira (24/3). Em dois dias, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) aplicou 20.757 doses do imunizante em 24 postos de vacinação. Do total de vacinas, 2.205 foram de reforço em idosos de três grupos (acamados, institucionalizados e com idade igual ou superior a 83 anos) e profissionais de saúde. A capital  já aplicou, segundo balanço geral divulgado na manhã desta quarta-feira, 124.928 doses na primeira etapa de imunização, o que representa 8,24% da população.

Os números colocam a capital acima da média nacional, uma vez que 5,61% dos brasileiros tomaram pelo menos uma dose dos imunizantes. Ainda, foram aplicadas 45.856 doses do reforço, ou seja, 3,02% da população. No Brasil, a média de quem já tomou duas doses é de 1,97%. No total, 170.784 doses foram aplicadas até a manhã de quarta, número que a prefeitura de Goiânia acredita que deve subir substancialmente. 

Desde a manhã desta terça-feira (23/3), o aplicativo Prefeitura 24 horas já está disponível para o cadastro destinado à vacinação contra a covid-19. Qualquer pessoa com idade a partir de 18 anos pode fazê-lo, inserindo dados pessoais, histórico de vacina e grupo ao qual pertence. A SMS enfatiza que o agendamento sempre estará disponível conforme os grupos preconizados pelo Ministério da Saúde. Sendo assim, o usuário é informado via mensagem ou e-mail quando chegar o momento de ser vacinado.   Outro ponto relevante é que um usuário pode fazer mais de um cadastro. Na prática, o filho pode, por exemplo, fazer seu próprio cadastro, dos pais e dos avós. O aplicativo é gratuito e está disponível para os sistemas Android e iOS. Segundo o secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso, “o aplicativo organiza o processo de vacinação, atende aos critérios de biossegurança e permite que programemos a ampliação de postos”.