8.8 C
Goiânia
sexta-feira, 20, maio 2022
- Anúncio -

Funcionários públicos cobravam aluguéis irregulares de feirantes em Goiânia

As investigações começaram entre 2018 e 2019, a pedido da própria Prefeitura de Goiânia.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Dois funcionários públicos municipais foram indiciados, nesta segunda-feira (2), pela prática de crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com a Polícia Civil, os indiciados exerciam a função de supervisores de Feiras Livres e Especiais realizadas semanalmente em Goiânia.

Os investigados teriam se apropriado ilicitamente de pontos/barracas da “Feira da OVG” e cobravam ilegalmente aluguéis mensais de feirantes que desejavam exercer a atividade comercial no local, mesmo sabendo que a referida autorização é gratuita. As investigações começaram entre 2018 e 2019, a pedido da própria Prefeitura de Goiânia.

Segundo a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap), um dos indiciados, informava aos feirantes um nome falso e recebia os valores cobrados por meio de contas bancárias de terceiros. O inquérito foi remetido ao Poder Judiciário e aguarda a análise do Ministério Público acerca dos indiciamentos realizados.


Leia mais: Novo Passe Livre do Trabalhador, com até oito viagens diárias, é lançado no transporte coletivo

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -