22.8 C
Goiânia
sábado, 13, abril 2024
- Anúncio -

FIFA se pronuncia sobre Brasil x Argentina e promete decisão após analisar súmula

Entidade organizadora da partida suspensa, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, lamenta o ocorrido durante o clássico sul-americano

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A FIFA, entidade organizadora da partida entre Brasil x Argentina, suspensa após interrupção da Anvisa, se pronunciou sobre o ocorrido no clássico sul-americano e promete decisão sobre os rumos da partida após receber e analisar a súmula do jogo. A partida não foi realizada após a Argentina recusar entrar em campo sem os atletas proibidos de continuar pela Anvisa.

“A Fifa lamenta as cenas que precederam a suspensão da partida entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias da Conmebol que impediram milhões de torcedores de curtir a partida entre duas das nações do futebol mais importantes do mundo”, declarou a entidade em seu twitter oficial.

O comunicado ainda cita o próximo passo a ser tomado: “Os primeiro relatórios oficiais da partida foram enviados para a Fifa. Esta informação será analisada pelos órgãos disciplinares competentes e será tomada uma decisão oportunamente”, finaliza.

O jogo era válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo e foi suspenso após agentes da Anvisa impedirem que 4 atletas da Argentina atuassem por não terem cumprido o protocolo sanitário do Brasil para viajantes que chegam da Inglaterra, origem dos jogadores impedidos de atuar. 

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) também se pronunciou e se declarou “decepcionada” com o fato, criticando a atuação da Anvisa, que paralisou a partida aos 4 minutos de campo para retirar os atletas Emiliano Martínez, Sergio Romero, Lo Celso e Buendía. Todos chegavam ao Brasil da Inglaterra e ao não informar no protocolo de chegada que estavam vindo da Inglaterra, se livraram de cumprir a quarentena obrigatória de 14 dias para viajantes originários do Reino Unido.

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -