27.8 C
Goiânia
terça-feira, 24, maio 2022
- Anúncio -

Em Senador Canedo, Câmara aceita a quinta denúncia contra o prefeito Fernando Pellozo

Agora há na Câmara de Vereadores cinco denúncias e uma CPI em andamento contra o prefeito Fernando Pellozo

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

A Câmara Municipal de Senador Canedo aceitou, nesta quinta-feira (6), mais duas denúncias contra o prefeito do município, Fernando Pellozo (PSD), por quebra de decoro e por práticas consideradas “infrações administrativas”, de acordo com as denúncias.

Na votação da manhã de hoje, 11 vereadores votaram a favor da aceitação e um vereador votou contrário as duas denúncias apresentadas. O presidente da Casa, Carpegiane Silvestre (DEM), não vota; o vereador Leonardo Assunção não poderia votar, já que ele é o autor do documento. O parlamentar Daniel Cardoso não esteve na sessão.

Em uma das comissões os vereadores que farão parte da mesa serão Welma Lira (Patriota), Reinaldo Alves (DEM) e Anderson Alves (PRTB). A outra, Reinaldo Alves (DEM), Robson Henrique (PROS) e Celismar Lima (PROS).

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o vereador Leonardo Assunção (PL) explicou os motivos que levaram-no a oferecer mais essas duas denúncias.

“Ontem [terça-feira (4)] foram apresentadas duas denúncias: uma por quebra de decoro, porque recentemente o prefeito chamou todos nós de bandidos numa inauguração da sede do Corpo de Bombeiros Militar e outra por não estar respondendo pedidos por membros do Legislativo, o que configura práticas de infrações administrativas”, disse o vereador à reportagem do Diário de Goiás.

Outro vereador a criticar uma suposta “demora” em respostas da prefeitura foi Celismar Lima (Pros). Na sessão de hoje ele criticou o não retorno da prefeitura aos pedidos feitos em requerimento e ofícios dos parlamentares.

“Gostaria de falar sobre a Seinfra, acho que a maioria de nossos requerimentos é dirigidos à Seinfra, um pedido de roçagem, recuperação asfáltica. Já fiz 57 ofícios e nenhum retorno, tive um retorno hoje, que nem sei se atende ao meu pedido”, pontuou.

Com essas duas denúncias, agora são cinco investigações e uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que estão em andamento na Câmara contra o prefeito Fernando Pellozo. As outras denúncias e a CPI foram aprovadas ainda em abril. As comissões terão agora 90 dias para entregarem um parecer ao plenário da Casa.

Em nota à Rádio Bandeirantes, a prefeitura de Senador Canedo infirma que o objetivo é “resgatar a dignidade da população canedense”.

“A Prefeitura de Senador Canedo, em sua atual gestão, tem trabalhado para atender a todas as demandas da população. Mesmo com tantos problemas existentes no município, muito já tem sido feito, e os resultados já começam a aparecer. A Prefeitura trabalha para resgatar a dignidade da população canedense”, dia a nota.


Leia mais: Pellozo pretende aderir ao decreto do governo de Goiás

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -