20.8 C
Goiânia
terça-feira, 7, dezembro 2021
- Anúncio -

Em jogo de ataque contra defesa, Atlético Mineiro vence o Goiás por três a zero

Com a derrota, o esmeraldino amarga a lanterna da competição com apenas nove pontos ganhos até aqui.

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Jogando no Mineirão, o Goiás não resistiu contra o líder da Série A, Atlético Mineiro, e acabou sendo derrotado por três a zero. Apesar de dominar praticamente todo o jogo, os dois primeiros gols do galo saíram em um intervalo de cinco minutos. Aos 41 do primeiro tempo, Keno abriu o placar batendo pênalti e aos 46 da etapa inicial foi a vez de Nathan marcar de cabeça, após o mesmo Keno cruzar bem pela esquerda.

O terceiro saiu somente aos 46 do segundo tempo, com o atacante Marrony, que entrou na segunda etapa. Com a derrota, o esmeraldino amarga a lanterna da competição com apenas nove pontos ganhos até aqui. Já o Atlético Mineiro abre três pontos de vantagem sobre o Flamengo e segue na liderança da Série A.

Pênalti polêmico

A proposta do Goiás ficou clara desde o início da partida, se defender e jogar por uma bola. Apesar da expectativa e segurar os mandantes até os 40 minutos do primeiro tempo, o esforço não foi suficiente. O Atlético obteve mais de 70% de posse de bola, deu 13 chutes à gol contra apenas um do Goiás. Aos 41 minutos, Sasha recebeu em profundidade, caiu na área e o árbitro marcou pênalti.

O árbitro do VAR, Rodrigo Nunes de Sá seguiu a decisão de campo e confirmou a penalidade para o Galo. Apesar da aparente confiança, a marcação gerou discussão e a decisão do árbitro foi contestada por alguns torcedores.

Keno foi para bola, bateu bem e abriu o placar para o Atlético no Mineirão, marcando o oitavo gol na Série A. Logo em seguida, aos 46 minutos da etapa inicial, Keno fez boa jogada pela ponta esquerda e cruza na cabeça de Nathan, que cabeceia bem no contrapé de Tadeu e amplia para o Galo em Belo Horizonte.

O início da segunda etapa foi como a primeira, com o Galo dominando e buscando o terceiro gol. Apesar de ditar os comandos do jogo, o terceiro gol mineiro só saiu aos 46 do segundo tempo. Após falha de Breno, Keno rouba a bola e acha Marrony dentro da área, ele finaliza em cima de Heron, mas consegue pegar o rebote e chuta de esquerda sem chances para Tadeu.

Próximos confrontos

O esmeraldino entra em campo na próxima terça-feira (13), também fora de casa contra o Flamengo, que venceu o Vasco neste sábado (10). O confronto no Maracanã está marcado para as 18h. Já o Atlético Mineiro enfrenta o Fluminense no Mineirão, em jogo valido pela 16º rodada do Brasileirão. A partida será na próxima quarta-feira (14) às 21h30 (horário de Brasília).

Ficha Técnica

Atlético Mineiro x Goiás

Campeonato Brasileiro Série A – 15º rodada

Data: 10/10/2020

Horário: 21h

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Arbitragem

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias de Araújo (SP)

Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) Daniel Paulo Ziolli (SP)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartão Amarelo

Goiás: Juan Pintado,

Gols

Atlético Mineiro: Keno (41’ 1ºT); Nathan (46’1ºT) e Marrony (46’ 2ºT)

Escalações

Goiás: Tadeu, Juan Pintado, David Duarte (Miguel Figueira), Fábio Sanches, Jeferson (Caju), Breno, Shaylon (Keko), Daniel Bessa, Gilberto (Heron), Vinicius Lopes, Rafael Moura.

Técnico: Enderson Moreira

Atlético Mineiro: Everson, Guga, Réver, Igor Rabello, Guilherme Arana, Jair (Borrero), Nathan (Allan), Hyoran (Fábio Santos), Sávio (Mailton), Keno, Sasha (Marrony).

Técnico: Jorge Sampaoli


Leia mais: Aparecidense goleia o Águia Negra e assume a 3º posição do Grupo 5 da Série D

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -