33.8 C
Goiânia
sexta-feira, 24, setembro 2021
- Anúncio -

Deputado Humberto Teófilo se nega a tomar vacina e vai para o fim da fila

Parlamentar não quis receber Coronavac

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

O deputado estadual Delegado Humberto Teófilo (PSL) foi mandado na quinta-feira (29/7) para o fim da fila de vacinação contra a covid-19 em Goiânia. O parlamentar chegou ao local de imunização na hora marcada e queria saber a marca da dose que tomaria. Ao ser informado de que não seria avisado sobre qual era a vacina, Teófilo se recusou a receber a aplicação e gravou um vídeo na sexta-feira (30/7) nas redes sociais.

Como não quis assinar o termo que atesta a recusa à vacina disponível, o fato foi testemunhado por outras duas pessoas, como determina o Decreto Municipal número 3.605/2021.Ele só poderá tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19 depois que toda a população adulta a partir de 18 anos for vacinada em Goiânia.

“Pagamos pela vacina e agora querem nos obrigar a vacinar com um determinado tipo. Coronavac? Essa eu não tomo”, disse o parlametnar no vídeo.

O comportamento de quem escolhe o imunizante que pretende receber, que ficou conhecido ironicamente como sommelier de vacina, uma alusão aos profissionais especializados em bebidas alcoólicas, especialmente vinhos, tem atrapalhado o avanço da vacinação na capital. De acordo com o prefeito Rogério Cruz (Republicanos), essas pessoas agendam a vacinação, tiram o lugar de alguém que poderia receber a primeira dose naquele dia e se recusam a tomar o imunizante de determinado fabricante.

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -