15.8 C
Goiânia
terça-feira, 28, maio 2024
- Anúncio -

Defesa de ex-presidente informará à justiça que não aceitará progressão de regime

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira,18, o advogado Cristiano Zanin, que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Curitiba, que informará à justiça Federal que o petista não aceitará o pedido de progressão de pena para o regime semiaberto realizado pelo Ministério Público Federal, no dia 27 de setembro.

De acordo com Zanin, a manifestação da defesa no processo será realizada ainda nesta sexta-feira, último dia para informar o MPF. Depois disso, a defesa espera a resposta da juíza Carolina Lebbos, decidir sobre a progressão de regime do ex-presidente.

“Lula reafirmou que não aceita o pedido do MPF de progressão de pena porque ele vai buscar a sua liberdade plena, a sua inocência, e o reconhecimento de que não praticou qualquer crime. Esse é o posicionamento que vamos levar hoje à Justiça por meio de uma manifestação”, disse Zanin.

Luiz Inácio Lula da Silva está preso desde 7 de abril de 2018, na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba. O ex-presidente cumpre pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias no caso do triplex em Guarujá (SP).

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -