Decisão: Final da Libertadores será no Peru

0
A partida estava marcada inicialmente para ocorrer na cidade de Santiago, capital do Chile. Foto: Alexandre Vidal, Marcelo Cortes & Paula Reis / Flamengo

A Conmebol anunciou no início da noite desta quarta-feira, 5, que a final da Copa Libertadores de 2019, entre Flamengo e River Plate, será realizada em Lima, no Peru, no dia 23 de novembro. A partida estava marcada inicialmente para ocorrer na cidade de Santiago, capital do Chile.

O anúncio veio após uma reunião que durou quase seis horas entre entidade sul-americana com representantes da equipe brasileira, do clube argentino, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da Associação de Futebol Argentino (AFA). O Chile passa por uma onda de protestos há quase um mês com várias pessoas detidas e 18 mortos, por isso a realização da final no o Estádio Nacional, em Santiago, ficou inviável.

A partida final agora será o Estádio Monumental de Lima, no Peru, às 17h (de Brasília). O local tem capacidade para 80 mil pessoas e fuso-horário que pouco se diferencia do local anterior.

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, já havia anunciado o cancelamento da realização de das cúpula de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec) e a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2019 (COP25) por conta da onda de protestos.

Ingressos

Em coletiva em Luque, no Paraguai, a Conmebol informou que devolverá o dinheiro e dará prioridade de nova compra para quem já tinha ingressos.

A entidade também informou que vai conversar com companhias aéreas para explicar a mudança do local e negociar tarifas especiais para remarcações e novos voos para o Peru.

Leia mais:

Após marcha história em Santiago, Piñera pede para ministros renunciarem