Danilo e Patrick erram pênaltis; Vila está fora da Copa do Brasil

0
262
Reprodução (Sportv)

Foi conhecido na noite desta terça-feira (7) o último clube classificado às oitavas de final da Copa do Brasil. Vila Nova e Juventude voltaram a empatar sem gols, dessa vez no Serra Dourada, e a luta para seguir na competição acabou indo para os pênaltis. Nas cobranças, Genílson, Eltinho, João Pedro e Bruno Alves converteram para o time gaúcho. Enquanto Marcelo Carné pegou a cobrança de Patrick e Danilo mandou na trave: no fim, 4 a 3 para o Juve e classificação confirmada. Na próxima fase, o Juventude terá pela frente o Grêmio.

CO Vila Nova impôs o ritmo nos primeiros 20 minutos de jogo, chegando muito perto de marcar. A grande chance foi com Mosquito, ao completar cruzamento de letra e mandar na trave. Depois dos 20, o Juve começou a equilibrar o jogo. Na marca dos 38, a equipe gaúcha fez gol olímpico, mas o árbitro marou falta de ataque no goleiro Rafael Santos.

A segunda etapa foi marcada por muita pressão do Vila. Mas sem efetividade no ataque. A grande oportunidade de marcar foi apenas aos 46 minutos, mas o árbitro marcou falta de ataque da equipe da casa. E a decisão foi mesmo para os pênaltis. Nas cobranças, vitória do Juventude por 4 a 3: Genílson, Eltinho, João Pedro e Bruno Alves converteram e colocaram o Juventude nas oitavas de final.

Ficha Técnica – Vila Nova (3) 0x0 (4) Juventude

Local – Estádio Serra Dourada

Renda – R$ 387.230,00

Público 20.322 pagantes

Arbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Vila Nova – Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Patrick Willian, Philipe Maia e Hélder; Joseph, Neto Moura e Alan Mineiro;Capixaba, Rafael Silva (Danilo) e Mosquito (Juninho). Técnico: Eduardo Baptista

Juventude – Marcelo Carné; Vidal (Sananduva), Genilson, Sidimar e Eltinho; João Paulo, Moisés, Dener e John Lennon (Bruno Alves); Dalberto e Paulo Sérgio (Breno). Técnico: Marquinhos Santos