Casos confirmados de Coronavírus no Brasil faz preço de produtos hospitalares disparar

0
Foto: Fernando Frazão/Agencia Brasil

A confirmação dos dois primeiro casos do novo Coronavírus no Brasil, fez o preço de alguns produtos hospitalares, usados para a prevenção pessoal contra o vírus, disparar em todo território. O último boletim do Ministério da Saúde informou que anunciou que o país registra 488 casos suspeitos do novo coronavírus. Outros 240 casos foram descartados.

Os dois casos confirmados do novo coronavírus são de moradores de São Paulo que contraíram a doença durante visita recente à Itália.

De acordo com o CEO da Futura: Distribuidora de Medicamentos e Produtos de Saúde, Valter Luís de Macedo Carvalhaes Pinheiro, as vendas no mercado interno estão normais, ainda não dispararam. “As empresas todas ainda estão com estoque. Porém, os preços estão subindo. O preço da caixa de luvas cirúrgicas cresceu em 20% e, agora que temos o primeiro caso confirmado, subirá ainda mais”, afirma o empresário.

Para Valter Luís, o primeiro impacto é na demanda e preço das máscaras. “Desde o início do ano, o medo da doença aumentou a procura por esses produtos, principalmente por parte de pessoas que estão com viagem marcada ou até mesmo por quem tem parentes em países com registro de mortes ou casos confirmados para a doença. Porém, nos últimos dias, a procura cresceu ainda mais”, explica.

Em Goiás, as máscaras e álcool em gel já começam a faltar nas redes de farmácias. No entanto, a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que somente as pessoas que estão doentes usem máscaras.

Leia mais:

Secretaria de Estado de Saúde de Goiás confirma primeiro caso suspeito de coronavírus em Jataí