Caiado entregou 93 moradias no Residencial João Paulo II em Goiânia

0
Foto: Reprodução Secom

Durante a entrega de 93 moradias para famílias, no Residencial João Paulo II, região Norte de Goiânia, o governador Ronaldo Caiado defendeu, nesta quarta-feira (19/08), a utilização correta do dinheiro público, que deve ser aplicado com a finalidade constitucional de beneficiar a população. “O Estado tem que ser coerente e melhorar a qualidade da vida das pessoas”, enfatizou o líder do Executivo.

Por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), o Governo de Goiás, em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF), investiu R$ 25,6 milhões para a conclusão do empreendimento – R$ 10 milhões do Tesouro Estadual, além do aporte de R$ 15,6 milhões da CEF. Dentro desse montante, o Executivo destinou R$ 5 mil especificamente para cobrir o valor do lote, com objetivo de reduzir o total a ser financiado e, consequentemente, o valor das parcelas por moradia. Até o final do ano, outras 137 famílias – 34 em setembro e 103 em outubro – também serão contempladas. 

No caso do João Paulo II, o valor por unidade habitacional subsidiado pelo Estado recebeu atenção especial do governador, lembrou o presidente da Agehab. “Foram financiados R$ 35 mil com a Caixa e R$ 20 mil do cheque moradia. Entretanto, em decorrência das dificuldades encontradas, o Governo de Goiás liberou cerca de mais R$ 12 mil por unidade”, detalhou Lucas Fernandes. “Tudo isso propiciará uma prestação em torno de R$ 250.”

A presidente da Associação de Moradores, Tânia Mara Moreira Silva agradeceu. “Foi uma luta muito grande, durante quase seis anos. Depois do governo Caiado, as coisas começaram a andar. É uma vitória”, comemorou.

Texto com informações da assessoria de imprensa