Bolsonaro diz que pode publicar parecer desobrigando uso de máscara para quem já foi vacinado

Presidente defende a liberdade das pessoas para combater a pandemia da covid-19

0
Foto: TV Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (10) que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deve publicar um parecer para desobrigar o uso de máscara em pessoas que já foram vacinadas ou que já contraíram a covid-19 e se recuperaram.

“Acabei de conversar com um tal de Queiroga, não sei se vocês sabem quem é, e ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que foram vacinados ou que já foram contaminados. Para tirar esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infectado”, disse Bolsonaro.

O presidente defende desde o início da pandemia da covid-19 que as pessoas devem ter liberdade para escolher como enfrentar e combater o coronavírus. Além disso, Bolsonaro externa preocupação com a economia do país e faz discursos contra o fechamento do comércio em todo o país, pois, segundo ele, essa ação vai impactar a saúde financeira do Brasil.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defende o uso de máscara e distanciamento social para evitar disseminação da covid-19. No país, mais de 475 mil pessoas já morreram de covid-19. O MS, inclusive, chegou a fazer campanha em abril.

“É fundamental nesse momento que assistimos a essa tendência de queda de óbito, embora ainda uma tendência muito pequena, que as pessoas continuem com medidas não farmacológicas, de uso das máscaras, com distanciamento social, evitando aglomerações”, diz trecho da campanha.

A fala do presidente foi num evento em Brasília. Após o discurso, o presidente foi aplaudido pelo comentário contrário à obrigação do uso de máscara para pessoas imunizadas.


Leia mais: Prefeitura de Aparecida cogita voltar com as aulas a partir de agosto