Atlético faz três, bate Fluminense e avança às oitavas da Copa do Brasil

Além da vitória e da classificação, o Dragão garantiu R$ 2,6 milhões a mais aos cofres do clube.

0
Atlético e Fluminense
Chico comerando o primeiro gol do Atlético sobre o Fluminense pela Copa do Brasil. (Foto: Heber Gomes / ACG)

Com gols de Chico, Marlon Freitas e Matheus Vargas, o Atlético Goianiense venceu o Fluminense pelo placar de três a um e garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. O gol dos cariocas foi de Lucas Claro, no finalzinho do primeiro tempo. Além da vitória e da classificação, o Dragão garantiu R$ 2,6 milhões a mais aos cofres do clube.

O jogo de ida havia ficado um a zero para o Fluminense, e somente a vitória por dois gols de diferença garantiria a vaga do Atlético à próxima fase. O gol do classificação atleticana saiu do banco. Matheuzinho entrou no lugar de Ferrareis, que pouco criou no jogo, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Matheus Vargas, que entrou na segunda etapa no lugar de Chico, autor do primeiro gol atleticano, para balançar as redes cariocas.

Até o momento, os classificados para as oitavas de final são Atlético Goianiense, Botafogo, América (MG), Ceará, Juventude, os oito brasileiros que foram à Libertadores 2020 (Athletico-PR, Corinthians, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, São Paulo e Santos), Fortaleza (campeão da Copa do Nordeste de 2019), Cuiabá (campeão da Copa Verde de 2019) e Red Bull Bragantino (campeão da Série B de 2019). 

Com bola rolando

Na primeira etapa, o Atlético se impôs na partida e abriu o placar logo aos nove minutos de jogo. Janderson recebeu na lateral, cruzou baixo, o goleiro Muriel foi nela, mas não segurou e soltou nos pés do meia Chico que empurrou para as redes adversárias. Após o gol, o dragão chegou outras vezes ao ataque e poderia ter ampliado o placar contra o Fluminense, que pouco chegou na primeira etapa.

Entretanto, no finalzinho do primeiro tempo, aos 50 minutos, Egídio cobrou bem o escanteio para o zagueirão Lucas Claro subir e cabecear para o gol. O goleiro Jean chegou a tocar na bola, mas não foi suficiente para desviar o toque para escanteio. O gol dos visitantes foi o último lance do primeiro tempo. O árbitro Savio Pereira Sampaio (DF) apitou o final da etapa inicial.

O Segundo tempo começou um pouco diferente do primeiro, se o Atlético não chegou, muito menos o Fluminense. Porém, aos 33 minutos, Janderson arriscou de fora da área e Muriel espalmou para o meio, nos pés de Marlon Freitas que acerta um chutaço e ampliou para os mandantes.

Aos 47 minutos, no apagar das luzes, dois jogadores que saíram do banco ajudaram o Dragão a se classificar à próxima fase da Copa do Brasil. Matheuzinho recebeu pela esquerda, avançou, entrou na área e cruzou rasteiro para Matheus Vargas conferir de carrinho na segunda trave e balançar as redes do Fluminense.

Próximo confronto

O Dragão entra em campo no próximo domingo (27), às 18h15, para enfrentar o Botafogo, pela 12º rodada do Campeonato Brasileiro Série A. O Atlético tem 12 pontos e ocupa a 14º colocação, já o Botafogo é 18º, acumulando 10 pontos até o momento. Se vencer, a equipe goiana pode chegar a parte de cima da tabela. Em contrapartida, a derrota custaria algumas posições.

A próxima partida do Fluminense também será pela 12º rodada do Brasileirão, porém, a equipe carioca joga na segunda-feira (28), contra o Coritiba, às 20h. O Fluminense tem 14 pontos e ocupa a 10º colocação no Campeonato Brasileiro.

Gol do Atlético marcado por Chico na voz de Ronair Mendes:

Segundo gol do Atlético marcado por Marlon Freitas na voz de Ronair Mendes:

Terceiro e arrepiante gol do Atlético, marcado aos 47 minutos do segundo tempo. Matheus Vargas chacoalhou na voz de Ronair Mendes:

Ficha Técnica

Copa do Brasil – 4º fase

Atlético Goianiense x Fluminense

Data: 24/09/2020

Horário: 20h

Local: Estádio Olímpico, Goiânia (GO)

Arbitragem

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Auxiliares: Alessandro Álvaro R. Matos (BA); Edcarlos F. de Oliveira (BA)

Quarto árbitro: Jefferson Fereira de Moraes (GO)

Cartão Amarelo

Atlético: Nicolas, Matheus Vargas

Fluminense: Calegari, Odair Hellmann, Luiz Henrique, Egídio, Dodi, Nenê

Gols

Atlético: Chico (9’ 1ºT); Marlon Freitas (33′ 2ºT); Matheus Vargas (47′ 2ºT)

Fluminense: Lucas Claro (50’ 1ºT)

Escalações

Atlético: Jean, Dudu (João Victor), Éder, Gilvan, Nicolas (Natanael), Édson, Marlon Freitas, Chico (Matheus Vargas), Janderson, Hyuri (Júnior Brandão), Gustavo Ferrareis (Matheuzinho).

Técnico: Vagner Mancini

Fluminense: Muriel, Calegari, Nino, Luccas Claro, Egídio, Hudson (Yago Felipe), Dodi, Nenê, Michel Araújo (Felipe Cardoso), Luiz Henrique (Ganso), Welligton Silva (Fernando Pacheco).

Técnico: Odair Hellmann