Após eliminação, Wagner Lopes ressalta força do Bahia e vira chave para a Série B

Treinador avalia desempenho do Tigrão diante do Bahia e já volta as atenções para a sequência do Brasileirão Série B

0
Wagner Lopes comemorou primeiro triunfo pelo Brasileirão Série B (Foto: Comunicação Vila Nova)

Com duas derrotas diante do Bahia, o Vila Nova deu adeus à Copa do Brasil 2021. Apesar de admitir que o time poderia ter se apresentado melhor, principalmente no jogo ofensivo, o técnico Wagner Lopes acredita que o Vila fez o que era possível diante de um grande adversário que disputa primeira divisão:

“Nós lutamos com as forças que tínhamos, o Bahia é uma grande força e não à toa é líder da Série A. Podíamos ter caprichado um pouco mais nas finalizações e na circulação de bola, mas erros fazem parte do processo também. Acredito que estamos no caminho certo, precisamos descansar e voltar nossas atenções para o Brasileiro e nosso próximo jogo que é o CSA”.

O treinador ressalta que a dificuldade e falta de competência nas finalizações talvez tenha sido o grande vilão para o time colorado nessa disputa. Até por conta disso, ele avalia que o time precisa de correção urgente nesse sentido:

“Tivemos oportunidades, criamos chances. A falta de precisão na finalização preocupa sim, temos que corrigir o quanto antes. Não tem muito o que fazer, é trabalhar, só o trabalho vai corrigir isso”, finaliza.

O Tigrão entra em campo já no sábado (12), contra o CSA, pela sequência do Brasileirão Série B. A partida é mando do Vila, porém será disputada no Aníbal Batista de Toledo, já que o OBA passa por melhorias no gramado e não pode receber partidas.