23.8 C
Goiânia
sexta-feira, 19, abril 2024
- Anúncio -

Advogados são assassinados dentro do próprio escritório, no Setor Aeroporto

- Anúncio -

Mais Lidas

- Anúncio -
- Anúncio -
- Anúncio -
- Advertisement -

Os advogados Marcus Aprígio Chaves, de 41 anos  e Frank Alessandro Carvalhares de Assis, de 47 anos, foram mortos a tiro na tarde desta quarta-feira,28. Eles foram baleados dentro do próprio escritório de advocacia, no Setor Aeroporto, em Goiânia.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar (PM), um homem não identificado entrou no escritório, atirou nos advogados e fugiu. A ocorrência ainda está em andamento.

Um dos mortos seria filho de um desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás. Trata-se de Marcus Aprígio Chaves, filho de Leobino Valente Chaves, ex-presidente do TJGO. O outro seria colega dele, Frank Alessandro Carvalhaes de Assis. Os dois teriam sido alvejados por tiros de arma de fogo.

O crime aconteceu na Rua 9-A, próximo à Avenida Dr.Ismerino Soares, no Setor Aeroporto, em Goiânia. As circunstâncias do crime ainda serão investigadas.

A sessão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) que define a lista sêxtupla do Quinto Constitucional de Advocacia precisou ser suspensa por 15 minutos após a notícia da morte de Assis e Aprigio. Um dos nomes da lista será indicado pelo Tribunal de Justiça de Goiás e o governador Ronaldo Caiado para o cargo de desembargador.

- Anúncio -
Array
- Anúncio -
- Anúncio -

Últimas Notícias

- Anúncio -